Futebol, Barcelona, PSG e o perigo da zona de conforto

Como uma partida de futebol pode ensinar tanto a todos? O perigo da Zona de Conforto pode ser visto dentro de uma partida de futebol.
Se fosse falar do óbvio, eu falaria de equipe, desde a sua formação, buscando os melhores talentos para cada função a ser exercida, falaria do espírito de time, onde todos estão em busca de um objetivo comum, falaria de liderança, onde o líder consegue criar laços e conexões com onze titulares e alguns reservas através do objetivo único da vitória.
Mas falar do óbvio não é muito a minha essência, e após assistir aos minutos finais da partida do dia 08 de março de 2017, entre Barcelona e PSG (Paris Saint Germain) eu aprendi uma lição e quero compartilhar com você.
O campeonato é disputado em jogos de ida e volta. o PSG (Paris Saint Germain) aplica uma goleada de 4 x 0 em cima do Barcelona no primeiro jogo. Imprensa e quase a totalidade da população mundial, leiga ou não em futebol, deu por certa a desclassificação do Barcelona e a sequência do PSG na competição, afinal, nunca havia acontecido uma virada tamanha nos confrontos anteriores, dos anos anteriores, nessa mesma competição (a mais disputada no mundo).
A surpresa veio quando o imponderável se tornou real! O Barcelona vencia o jogo de volta por 3 x 0. Tomou um gol, que o obrigaria a fazer mais 3 gols para se classificar. Restavam poucos minutos quando o quarto gol saiu, não demorou muito para o quinto e o sexto gols coroarem essa façanha que encantou ao mundo.
Você pode estar se perguntando qual é a lição que eu escrevi acima!!! Então vai aí!
O lugar mais perigoso para estar é na sua ZONA DE CONFORTO!
A falsa sensação de segurança e comodidade nos leva a relaxar e sair dos trilhos que nos levam aos nossos sonhos, enquanto nossos adversários, concorrentes e afins que se encontram fora de suas zonas de conforto estão se mexendo e se aprimorando para vencerem cada dia mais. E quando menos esperamos, levamos os gols que não poderíamos e perdemos as chances imediatas de avançar.
O pior é que para se recuperar disso tudo leva tempo, e ainda temos que contar com a entrada dos demais em suas respectivas zonas de conforto para alcançarmos e ultrapassarmos os mesmos. Ou então, teremos que ter esforços muito maiores para conseguir chegar.
O Coaching tem me ajudado muito a conhecer e buscar as saídas da minha zona de conforto. Como profissional, o que eu faço em meu dia a dia e levar essa arte aos meus clientes! Essa é minha missão!
Se você se sente confortável, cuidado! Você está no pior que você poderia estar! Se não consegue sair daí sozinho, não se intimide ou envergonhe. Procure agora um especialista que pode te ajudar a alcançar o próximo nível.